Biografia

http://3.bp.blogspot.com/_BEJa58Qulf4/TP15amZpJBI/AAAAAAAAA5Q/IIdFYkSCgEg/s1600/rihanna.jpgCom ritmos quentes e a intitulada ‘’música do sol’’ aos 16 anos de idade, saia do anonimato uma garota chamada RIHANNA, com seu single de estreia ‘’Pon De Replay’’ a cantora descoberta em sua cidade natal, Saint Michael, uma espécie de província da capital de Barbados: Bridgetown, chegou como um furacão num momento em que a música pop mundial precisava de algo de novo, foi essa necessidade do mundo pop, junto com o talento inquestionável daquela garota, que fizeram com que o seu 1° single, fosse um sucesso comercial e critico nos EUA, fazendo com que Rihanna fosse comparada com grandes estrelas mundiais como Beyoncé, o que naquele momento, era um privilégio, e também com que disputasse posições na parada musical com Mariah Carey, uma de suas grandes inspirações. Com esse sucesso arrebatador que ganhou videoclipe e diversas performances ao vivo, que introduziu o seu primeiro álbum de estúdio ‘’Music Of The Sun’’ no mercado, tendo assim um sucesso moderado relacionado a outros lançamentos, mas explosivo para uma iniciante tão jovem e que tinha tanto a aprender. Aclamada pela crítica por sua presença de palco e por incorporar ritmos tão nativos de uma determinada região em músicas direcionadas a grande massa, que por sua vez, tinha verdadeira adoração por músicas do gênero pop e dance. No mesmo ano de 2005, Rihanna já conseguia se destacar por ser considerada a grande promessa do mundo musical para os anos seguintes, gravando seu segundo álbum de estúdio pouco tempo depois do lançamento do 1°.

Menos de um ano após o grande sucesso de sua estreia a garota voltou repaginada, deixou um pouco os ritmos quentes e nativos de lado e introduziu o pop de SOS como sua nova proposta de trabalho, que foi abraçada totalmente, sendo assim seu primeiro grande #1 em vários charts, inclusive na Billboard HOT 100, mas ao contrário do Music Of The Sun, o seu segundo álbum ‘’A Girl Like Me’’ não teve apenas um grande sucesso, e sim, dois.

Unfaithful, uma poderosa balada, que mostrava mais o poder vocal de Rihanna, e um novo lado que ela não tinha mostrado. Seu segundo álbum, se saiu muito bem, com resultados impressionantes, fazendo com que a garota de Barbados já começasse a ganhar seus primeiros prêmios, direcionados a artistas do estilo ‘’Urban’’ onde ela tinha se arriscado e se dado bem. Se mantendo muito estável em vendas, o álbum foi um grande êxito e um dos mais vendidos de 2006, fazendo com que o público de Rihanna já fosse considerado como: mundial.

Com a expansão do seu trabalho e cada vez mais conhecida por seu jeito único, já se preparava para o 3° álbum de inéditas. Aproximadamente um ano depois e poucos meses após o termino da divulgação do seu segundo álbum de estúdio, foi anunciado mais um álbum. Mas o que http://4.bp.blogspot.com/-03qT6dh1C8k/TafEtKWMbUI/AAAAAAAAAEw/_OY4HMk-FmQ/s1600/Rihana%2BHair%2BSty.jpgninguém esperava era que o álbum se tornasse um divisor de águas na carreira de Rihanna e um marco no pop mundial. O single que anunciava que o álbum estava por vir, foi UMBRELLA, que tinha a participação de um dos maiores rappers de todos os tempos: Jay-Z. O single que derivava em sua maior parte do ‘’pop’’, tinha uma pegada ‘’urban’’ e os versos sofisticados de Jay-Z, acompanhados dos clássicos ‘’Eh eh eh eh’’ de Rihanna, faziam com que a canção soasse como um gostoso single de R&B. Tão versátil, o single se tornou um hino, com vendas extraordinárias, tocando em todas as rádios pelo mundo, tendo dezenas de covers, sendo #1 por vários semanas em diversos países, encabeçando as listas de melhores singles pop, urban, singles do ano, melhores singles femininos, entre outras. Com esse sucesso que chegava a tirar o fôlego, Rihanna teve o maior debut da sua carreira até aquele momento, e entrou de vez no time seleto das grandes e maiores divas pop do mundo. Umbrella, trouxe consigo, não apenas sucesso, mas assim, uma mudança de comportado, Rihanna influenciava a maioria das mulheres do mundo, por seu corte de cabelo, as roupas que usava, entre outros aspectos, inclusive sua personalidade e seu estilo que se tornava cada vez mais aclamado. ‘’Good Girl Gone Bad’’ nome de seu 3° álbum, trouxe hits, que se tornaram clássicos do dance mundial, como ‘’Don’t Stop The Music’’ e parcerias de sucesso como Ne-Yo, e Justin Timberlake. Depois de vários singles, videoclipes, performances ao vivo, e apresentações de sua primeira turnê mundial, Good Girl Gone Bad Tour, Rihanna continuava sua trajetória de sucesso, mas não como um novo álbum, e sim com o relançamento: Good Girl Gone Bad: Reloaded. Com seu single de avanço ‘’Take a Bow’’ se tornando um de seus maiores sucessos, ela conseguiu colocar seu álbum depois de 1 ano, nas primeiras posições dos charts em todo o planeta, e preparar o mundo, para um dos singles de maior repercussão de 2008, ‘’Disturbia’’, sendo composição da própria com Chris Brown, talvez, o single mais pop de sua carreira até aquele momento; se tornou um de seus sucessos mais sólidos e polêmicos, pelo seu videoclipe controverso e bem produzido e suas performances super elaboradas e coreografadas. Essa era a nova Rihanna, que o mundo recebeu de braços abertos.

Alguns meses depois, em sua vida pessoal, ocorreu um triste incidente: um caso sério de violência doméstica, por parte do seu namorado na época, o cantor Chris Brown, na noite do Grammy Awards 2009, onde ela seria uma das atrações principais, cantando o seu single: Rehab, o assunto repercutiu de forma impressionante, tomando proporções gigantescas em todo o mundo. O que até certo momento nós não sabíamos era que o acontecido, interferiria diretamente na direção musical que Rihanna seguiria no seu próximo trabalho, o 4º álbum de inéditas: Rated R.

 

http://mag.sky.it/static/contentimages/original/sezioni/mag/musica/2009/10/21/rihanna_russian_roulette_kika_02.jpgDepois de um tempo longe dos holofotes, Rihanna voltou a aparecer publicamente, com novos cortes de cabelo e um visual totalmente diferente; já em estúdio, algumas demos vazaram, tais como da canção ‘’Te Amo’’, quando todos pensaram que essa seria a nova música de trabalho da diva, ela surpreendeu em todos os aspectos, trouxe uma nova sonoridade, poder vocal nunca visto antes em sua carreira e um single com aspectos sombrios, muito bem produzida e com uma composição impecável, estava lançada: Russian Roulette. O carro-chefe do Rated R, álbum mais tímido no quesito charts, afinal, o álbum não levou Rihanna ao n° 1 em todos os lugares possíveis como o trabalho que o antecedia, mas, trouxe um respaldo artístico que Rihanna ainda não havia recebido com tamanho fervor. Mas para quem pensava que Rihanna não voltaria a “bombar”, e a ter um hit tocando em todo mundo, estava enganado, Rude Boy, o 3° single do Rated R, colocou a diva de volta a onde ela sempre esteve, no trabalho visual do single, RiRi já mostrava que queria voltar a ter as cores novamente em sua carreira. Depois de trabalhar com mais 2 singles dessa era, a barbadiana radicalizou, pintou os cabelos de vermelho e logo em seguida fez uma parceria com o rapper da década: Eminem. Love The Way You Lie, que é considerado um grande hino, veio anunciando uma nova para Rihanna.

Ainda pelo mundo com a Last Girl On Earth Tour e menos de um ano depois do lançamento do Rated R, ela anunciou o seu quinto projeto de inéditas: LOUD. Mais instantaneamente do que das outras vezes, Rihanna lançou ‘’Only Girl (In The World)’’ e dois dias depois o seu videoclipe, a música ia bem, estourando em todos os países em que ia sendo lançada, vendendo como água, mas nos EUA, o single não estava tendo o desempenho que lhe cabia, sendo assim, ela resolveu lanhttp://fashionista101.com/home/wp-content/lg-gallery/Rihanna/Rihanna%20LOUD.jpgçar ‘’What’s My Name’’, parceria com o rapper Drake, que foi um hit instantâneo e conseguiu rapidamente o #1, surpreendentemente poucas semanas depois, ‘’Only Girl’’ cresceu e se tornou o 2° #1 da era Loud. O álbum foi lançado precedido desses dois grandes sucessos, e foi um êxito total: em vendas, em crítica, em respaldo artístico e fez um barulho impressionante, por causa do teor do seu 3° single, S&M, que teve um videoclipe polêmico, o que fez a música ser mais um hit da carreira de RiRi e do recém lançado LOUD, subindo cada vez mais nos charts, e sendo ouvida pelo mundo como uma febre, mesmo tendo sido bloqueada em várias rádios e redes de TV, por ter um clipe considerado inapropriado para menos de 16/18 anos, o single ganhou um remix com ninguém mais, ninguém menos que Britney Spears, foi o que o single precisava para ser mais um #1 mundial para a princesa do pop, e claro, para Rihanna. Sem descanso e com uma nova turnê mundial: Loud Tour, RiRi ainda continuou a divulgar o LOUD, com performances ao vivo e videoclipes dos 3 últimos singles do álbum: California King Bed, Man Down e Cheers, hits de menor proporção, mas que no final das contas, deram à Rihanna, junto com os outros, o título de: Rainha das vendas digitais, sendo ela a maior artista e a que mais vendeu a nível digital da HISTÓRIA dos EUA. Atropelando o lançamento de Cheers, último single da era LOUD, a diva incansável anunciou uma nova era, e um novo single: We Found Love, lançado exatamente quando Rihanna estava realizando os shows da LOUD Tour no Brasil.

http://data.whicdn.com/images/43594695/tumblr_mdng5cXlvf1r523zjo1_500_large.jpgO novo single trazia a parceria do DJ Calvin Harris, como compositor e o grande responsável pela mixagem da música e por algumas das polêmicas juntamente com a diva, tais como a suposta falta de conteúdo e estrofes na composição, o uso explícito de drogas em seu videoclipe e a canção em si, que era considerada descartável e pouco marcante. Mas, quem teve essa impressão a princípio, se enganou redondamente, a canção lançada em meados de setembro de 2011, fixando-se até o começo de 2012, no mais alto posto da Billboard HOT 100, permanecendo no total 10 semanas, e também em praticamente todas as paradas musicais pelo mundo, inclusive no Brasil. Com tamanho sucesso, o Talk That Talk, sexto álbum de inéditas de Rihanna, também foi um grande êxito, tendo sido um pouco abandonado no quesito divulgação. Depois do lançamento de ‘’You Da One’’, a segunda música de trabalho, enquanto Rihanna seguia com seus projetos paralelos, anunciou ‘’Talk That Talk’’ featuring Jay-Z com mais um single, infelizmente sem divulgação, o que levou à divulgação de um novo single: ‘’Where Have You Been’’, que também tinha contribuição de Calvin Harris, a canção ganhou um videoclipe mega produzido, que bateu o recorde de mais visualizado em 24 horas para uma artista feminina, várias performances em programas de TV, festivais e com ótimas colocações nos charts mundiais. Depois de uma eletrizante performance no VMA 2012, com um remix feito por A$AP ROCKY, de Cockiness, faixa do ‘’TTT’’, a diva participaria do iHeart Radio Festival, onde anunciou que o seu 7° álbum de estúdio seria lançado. Aos poucos, Rihanna foi liberando informações sobre o novo trabalho, disse que teria uma nova sonoridade e que o 1° single, soaria como ‘’esperançoso’’.

Dito que ele se chamaria ‘’Diamonds’’ e liberada a sua capa, que por sinal, gerou mais polêmicas em relação ao uso drogas. Era a vez de ouvir o single mais aclamado pela crítica, lançado por RiRi, Diamonds foi como a cereja no bolo, só afirmou o quanto Rihanhttp://queendelafresh.files.wordpress.com/2012/11/picstitch-1.jpgna sabe o que fazer com sua carreira, trouxe um som totalmente inovador ao mercado, sendo elogiada ao máximo pelo seu poder vocal e interpretação, e além de tudo, nadar contra a correnteza, não lançando um single que fosse feito para as baladas mundo afora e que não tivesse uma letra que alusiva a festas, dinheiro, ou tivesse uma letra pop qualquer. Com tamanho êxito critico, um mês após o lançamento do single, foi lançado seu videoclipe, outro fenômeno, que fez com que a música atingisse lugares talvez não esperados, por não se tratar de uma música feita para as aspirações do mercado musical. Precedido por tamanho sucesso, o ‘’UNAPOLOGETIC’’ estreou na 1ª posição da Billboard 200, fato inédito na carreira de Rihanna, que já somava 12 #1’s no chart single da Billboard. Depois de algum tempo, ‘’Stay’’ seria anunciada como single, em parceria com o novato Mikky Ekko, depois de apresentada no Grammy Awards 2013, a canção explodiu e se tornou mais um sucesso. Depois da atrapalhada divulgação, ou falta dela, Pour It Up, se tornou mais um sucesso, especialmente radiofônico, a ser adicionado na lista de grandes singles por Rihanna. Enquanto a diva já rodava o mundo com sua grandiosa ‘’Diamonds World Tour’’, o maior espetáculo feito por ela até hoje, ‘’Right Now’’ foi anunciada música de trabalho, sem divulgação mais uma vez, mas mesmo assim conseguindo boas posições, antes mesmo de ser lançada como single. ‘’Pour It Up’’ ganhou um videoclipe recentemente, depois de meses de espera pelos fãs, e o atual single ‘’What Now’’, que ao que tudo indica, encerrará os trabalhos do ‘’Unapologetic’’, o álbum que completa toda essa carreira extraordinária da nossa diva, carreira que pelo que conhecemos de Rihanna, em pouco tempo terá uma nova direção, inovadora, fresca e surpreendente como sempre.

http://www.pausaparafeminices.com/pausawp/wp-content/uploads/2014/01/shakira-rihanna.jpg

Logo depois de finalizar a divulgação oficial do Unapologetic, tendo “What Now” como último single, Rihanna surpreendeu os fãs com uma participação na canção The Monster, que se tornou hit instantâneo. Após o lançamento da música, a dupla anunciou uma pequena tour juntos pelos EUA, a The Monster Tour, que se tornou um sucesso no verão americano.Mas, as surpresas não pararam por ai, Riri ainda surpreendeu a todos com a participação no first single do álbum auto intitulado da cantora Shakira, na canção Can’t Remember to Forget You, que logo ganhou um vídeo super sexy e polêmico.

Riri também marcou forte presença no mundo da moda, recebeu o prêmio de ícone fashion, foi capa das revistas mais importantes do mundo umas delas foram a Vogue Brasil e a Hapers Bazzar da Arábia. Estrelou a campanha para a grife Balmain que também contou com outros ícones da moda como a modelo Naomi Campbel. Enquanto isso, Rihanna esteve em estúdio trabalhando no seu oitavo álbum, pouco foi dito sobre o trabalho mas os rumores do álbum, considerado o mais aguardado do ano, já correm pela internet.

Em janeiro de 2015, durante o evento “iHeartMedia Music Summit”, Kanye West mostrou um preview de uma canção que segundo o músico, seria uma colaboração dele com Rihanna. Kenye não forneceu nenhum tipo de informação a respeito da música e deixou todos com muita curiosidade a respeito do feat. No dia 24 de janeiro de 2015, Rihanna lançou digitalmente a canção “FourFiveSeconds”, uma colaboração sua com Kanye West e o aclamado Paul McCartney. A canção que é totalmente diferente do que Rihanna costuma fazer foi um sucesso imediato e mostrou mais uma vez a evolução e versatilidade da cantora.

Logo, no dia 03 de fevereiro o vídeo clipe da música foi lançado todo em preto e branco, com todos vestidos de jeans; e é recheado de emoção e uma intensa entrega dos cantores diante da câmera. O trio também realizou uma apresentação épica no Grammy Awards 2015, ajudando assim a alavancar as vendas do single. A pesar de pouca divulgação a canção somente nos Estados Unidos já ultrapassou a marca de 2 milhões de downloads e chegou ao #4 na Billboard HOT100.

Logo após FourFiveSeconds, no dia 25 de Março de 2015, através da sua conta no Instagram, Rihanna revelou a capa do single de “Bitch Better Have My Money” gerando um grande alarde com o lançamento de mais uma canção do aguardado oitavo álbum de estúdio. O novo single foi composto pela própria Rihanna, em parceria com Jamille Pierre, Badrilla Bourelly e Jacques Webster. No dia posterior ao anuncio,a musica foi lançada mundialmente de forma digital.

Rihanna fez uma apresentação com direito a helicóptero e tudo no “iHeartRadio Music Awards 2015” deixando a plateia em êxtase. A canção também contou com pouca divulgação e teve se maior pico na colocação #15 na Hot100 da Billboards.

Sem esperar muito tempo, no dia 04 de Abril de 2015 em Indianápolis (Estados Unidos) aconteceu o festival “March Madness Music Festival”, Rihanna foi a atração principal da noite e cantou pela primeira vez a música “American Oxygen”. A canção foi escrita por Rihanna, Alexander Grant, Candice Pillay e Sam Harris. Na setlist do festival, Rihanna cantou músicas consagradas como “Diamonds”, “Umbrella” e “Stay”.

O vídeo da música foi lançado de forma promocional no TIDAL no dia 05 de abril de 2015 e no dia 15 ao redor do mundo”American Oxygen” fez parte de comerciais que promoveram a edição de 2015 do torneio de basquete da primeira divisão masculina do NCAA. O videoclipe da canção passa a mensagem de um mundo melhor e sem preconceitos, e mostra os problemas de uma América racista e segregacionista.