Discografia: Rated R

123

Data de lançamento: 20 de novembro de 2009

Gêneros: Rn’B, Hip-Hop, Rock.

Conceito do photoshoot: Totalmente ‘’dark’’, o photoshoot de promoção do álbum traz uma Rihanna tão sexy a ponto de causar delírios. Com maquiagens fortes, penteados diferentes, figurinos exóticos e cenários bem pensados, cheios de adereços e simbologias, RiRi mostrava sentimentos diferentes e intensos a cada foto, trazendo uma vibe totalmente nova à sua discografia.

Crítica: Um dos retornos mais aguardados de 2009 com certeza era o de Rihanna, e ela fez jus à tamanha expectativa. Em todos os artigos onde a volta de Rihanna ao cenário musical era destaque, grande parte elogiava sua potência e técnica vocal, principalmente em suas canções mais doloridas. Outro fator bastante aclamado pela crítica era a evolução que RiRi estava trilhando em sua musicalidade, saindo de temas como ‘’festas’’ e entrando cada vez nas composições complexas e sofisticadas.

Hits: O 2° single do álbum, ‘’Hard’,’ em parceria com Young Jeezy, foi um hit moderado em território americano e conseguiu boas posições nos charts de todo o mundo, RiRi produziu mais um sucesso. ‘’Rude Boy’’que  foi anunciada com o 3° single do ‘’Rated R’’ e nesse período, a era mais obscura de RiRi, ganhou todas as cores possíveis, com um videoclipe eletrizante e grandes performances, o ‘’Rated R’’ ganhou o seu grande hit, multiplatinado em vários países, ficou no topo da Billboard HOT 100 por 5 semanas.

Singles: Wait Your Turn [Promocional], Russian Roulette, Hard ft. Jeezy, Rude Boy, ROCKSTAR 101 ft. Slash, Te Amo.

Vendas: Com vendas abaixo do esperado em território americano, conseguiu seu certificado de platina, meses depois de seu lançamento. Surpreendendo por suas vendas na Alemanha, Reino Unido e todo o território europeu, o álbum, com menos de 10 meses de seu lançamento, já atingia a marca de 3 milhões de cópias vendidas mundialmente, marca que hoje já é de 3,4 milhões.

 

Videografia – Rated R

  • Wait Your Turn

 “Wait Your Turn” foi lançado com caráter apenas promocional, para promover o 4º CD de Rihanna: “Rated R”. Foi gravado em Nova York no mês de Outubro de 2009, lançado em Novembro do mesmo ano e dirigido pelo grande parceiro de RiRi: Anthony Mandler.

O videoclipe é inspirado em vídeos de hip-hop dos anos 90, sendo todo em preto e branco e mostra belos ângulos dos arranha-céus de Nova York contrastando com posições fortes e imponentes de RiRi.

Numa entrevista concedida à MTV Mandler discutiu o processo e conceito estabelecidos para o novo vídeo musical da diva de Barbados: “Nós filmamos o vídeo em meados de Outubro num dia frio em Nova Iorque. A vibração e o sentimento era grande… Foi o primeiro vídeo do álbum, então obviamente estávamos todos animados e focados em definir o tom para o que estava por vir. Rihanna e eu falamos profundamente sobre a criação de uma peça que foi corajosa, crua e mais do que um vídeo de rua, um pedaço de beleza clássica… Gosto bastante da energia e bravura dos

primeiros vídeos de hip-hop que foram feitos sem muitos recursos, trabalhando mais com as texturas e formas dos cenários, em seguida, tentamos construir e manipular ambientes como eram feitos no passado”.

Curiosidade: As gravações de “Wait Your Turn” foram muito especuladas pela mídia, pois, era o retorno de Rihanna depois de um afastamento de mais de 6 meses após o incidente com seu ex namorado. Vídeos gravados por paparazzi do set de filmagens fizeram muitos acreditar que o nome da canção era “The Wait Is Ova”.

  • Russian Roulette

O videoclipe de “Russian Roulette”, primeira música de trabalho do aclamado “Rated R” foi dirigido por Anthony Mandler e lançado em Novembro de 2009 no programa 20/20 do canal ABC.

Existem várias teorias para a mensagem do vídeo, sendo nenhuma confirmada pela própria Rihanna. No fim, seu namorado morre no jogo de amor e morte que a música relata, a roleta russa, e são exibidas cenas em que Rihanna também aparece falecida, como se tivesse se salvado daquele jogo, mas, que fosse ainda vítima da própria circunstância.

“Russian Roulette” é considerado um dos vídeos mais conceituais de Rihanna, sendo forte, sombrio e ao mesmo tempo revelador. O ator “Jesse Williams” faz o papel de protagonista junto com a diva.

Curiosidade: O vídeo possui um claro erro de edição; na cena em que Rihanna está prestes a ser atropelada pelo carro na estrada o tamanho dela em relação ao automóvel é extremamente exagerado.

 

  • Hard

No vídeo de “Hard” Rihanna enfim optou por uma nova direção, sendo “Melina Matsoukas” convidada a trabalhar com a diva pela primeira vez. Foi gravado e lançado em Dezembro de 2009.

O clipe foi inspirado na cultural militar, com tanques, tropas, explosões etc. Infelizmente foi lançado apenas nos Estados Unidos, único país no qual a música foi trabalhada como single.

RiRi deu entrevista exclusiva à MTV durante as gravações e falou sobre a produção do vídeo e da canção: “Estou muito entusiasmada por gravar um trabalho cheio de ‘vestuários divertidos, balas e arte’, ela ainda falou sobre a participação do rapper Jezzy na música: “Pensavam que eu não iria gostar da canção, e quando a ouvi, simplesmente fiquei apaixonada por ela. Tem uma atitude tal… é uma faixa forte e divertida. Achei perfeita para o Jeezy! Foi feita para ter a sua colaboração, inclusive no vídeo, ele tinha de entrar mesmo. E acho que fez um excelente trabalho”. Jezzy também falou sobre seu trabalho com Rihanna, revelando que não pensou duas vezes ao saber em detalhes como seria o enredo do clipe: “Depois de ver as roupas e a atitude de tudo aquilo eu pensei: ‘estou dentro’”.

 

  • Rude Boy

Assim como o vídeo anterior, “Rude Boy” foi dirigido por Melina Matsoukas. Foi lançado em Fevereiro de 2010.

O vídeo é diferente de todos os anteriores de Rihanna, inspirado no estilo pop art dos anos 80 e 90 e na dança jamaicana, especialmente no dancehall. Uma característica interessante deste vídeo é que Rihanna e Melina buscaram investir em um estilo que há anos não se considerava mais atual para a música.

Muitos afirmam existir uma grande influência do estilo da cantora “M.I.A.” no vídeo de Rude Boy, de forma particular de seu clipe “Boyz”. A própria RiRi falou a respeito do vídeo: “É completamente diferente dos vídeos anteriores que gravei. Parte dos meus vídeos são obscuros e profundos. “Rude Boy” é mais dançante, usamos bastante cores, mas também diversos costumes jamaicanos, do tipo “Rainha do Dancehall”.

Curiosidade: Todas as cenas do vídeo foram gravadas com a tecnologia do fundo verde de estúdio.

 

  • Rockstar 101

“Rockstar 101”, canção rock do Rated R em parceria com o ídolo da guitarra “Slash”, também foi dirigido por Melina Matsoukas, a qual deixou uma de suas principais marcas artísticas: o preto e branco. Foi gravado e lançado em Abril de 2010.

Com cenas sombrias é um dos vídeos mais peculiares da diva. Em preto e branco, mostra cenas de Rihanna em estilo totalmente “Lady Rockstar”, vestida como o guitarrista Slash que não pôde participar das gravações e Travis Barker, que mais uma vez trabalhando com RiRi aparece no fundo da cena com a banda.

Em entrevista Slash chegou a falar sobre o fato de Rihanna ter feito questão de que ele aparecesse no vídeo, mesmo que representado por ela: “Estou muito lisonjeado pelo fato de ela ter me representado no vídeo. Ela realmente ficou muito melhor de mim do que se eu estivesse lá. Ela traz um elemento de sensualidade que eu provavelmente não teria sido capaz de fazer. Eu acho que é quente. Está tudo como deveria”.

Segundo Jayson Rodriguez, colunista da MTV, o clipe é inspirado em produções no estilo de rockstars como Nine Inch Nails e The Bravery.

Curiosidade: As correntes e a coroa de espinhos usados por Rihanna em “Rockstar 101” foram produzidas pela renomada estilista Fannie Schiavoni.

  • Te Amo

“Te Amo” foi gravado em um castelo francês na cidade de Vigny na França no final de Abril de 2010. Foi dirigido pelo favorito de Rihanna: Anthony Mandler e lançado em Maio do mesmo ano.

O vídeo segue a história de um amor lésbico, assim como na música. O lindo vídeo tem como a parceira de Rihanna a modelo francesa Laeticia Casta. As cenas são muito quentes e provocantes, totalmente envolvidas por um clima autenticamente latino, não apenas pelo instrumental da música ou o refrão com “te amo”, mas principalmente pelos passos de capoeira presentes na coreografia.

Evidentemente o clipe de “Te Amo” causou enorme frisson na mídia, dado o fato de Rihanna nunca ter produzido uma canção/clipe com esta tonalidade lésbica. A revista Billboard, por meio da colunista Monica Herrera, chegou a afirmar que “Rihanna ofereceu aos fãs um clipe muito mais sexy do que o anterior Rockstar 101” e destacou

diversas cenas, dentre elas quando a diva “brinca no quarto e provoca um incêndio com a sua sensual companheira feminina”.

Curiosidade: O vestido florido usado por Rihanna nas primeiras cenas do clipe foi desenhado pela estilista Mara Hoffman e na época foi avaliado em mais de 10 mil dólares

PHOTOSHOOT

manchete