Discografia: Talk That Talk

123

Data de lançamento: 18 de novembro de 2011

Gêneros: Rn’b, Dubstep, Hip-Hop, Dance

Conceito do photoshoot: Urbana, com uma beleza agressiva e um comportamento rebelde: essa era a Rihanna durante a sessão de fotos do Talk That Talk, totalmente despojada e sempre com seu cigarro a postos, RiRi queria mostrar que continuava sendo aquela ‘’Bad Girl’’ e que consegue mudar rapidamente, trocando as flores e cores e cenário esperançoso do ‘’LOUD’’ pelo urbano e denso do trabalho atual. A garota mais fotogênica do mundo pop, queria mostrar que além de linda e despojada, não liga para a opinião de ninguém.

Crítica: Não tão bem recebida pela crítica especializada pelo single de avanço, e completamente aclamada pelo aspecto geral do álbum, Rihanna ganhou o máximo de estrelas possível, pelo trabalho com o novo disco. Para alguns estudiosos do cenário pop o Talk That Talk não era um álbum qualquer e sim, um cd bem costurado com uma temática e produção envolventes em uma voz simplesmente forte e cada vez mais aprimorada.

Hits: We Found Love ft. Calvin Harris, o maior sucesso de Rihanna nos charts mundiais, teve proporções gigantescas e vendas assustadoras em um curto período de tempo, radiofônica e eletrizante, tocou nas baladas de todo o mundo e fez com que o mundo todo se viciasse nesse refrão de fácil aceitação. O 4° e ultimo single da era, Where Have You Been, teve uma aceitação gigantesca e uma divulgação massiva, sendo assim um dos maiores hits da carreira de Rihanna, mesmo não tendo atingido o topo de nenhum grande chart mundial.

Singles: We Found Love ft. Calvin Harris, You da One, Talk That Talk ft. Jay Z, Where Have You Been.

Vendas: Com pouca divulgação poucos meses após seu lançamento, mesmo assim o Talk That Talk se manteve forte nos charts, principalmente no Reino Unido, onde de vez em quando voltava ao topo das paradas. Nos Estados Unidos conseguiu certificado de platina, assim como tripa platina no Reino Unido; mundialmente o álbum já ultrapassa as 3,2 milhões de cópias vendidas.

Videografia – Talk That Talk

  • We Found Love

Para dar início aos trabalhos do sucessor do ‘’LOUD’’, Rihanna anunciou o lançamento de mais um single, ‘’We Found Love’’, em parceria com o DJ Calvin Harris. Como mais um instrumento de divulgação, RiRi lançou o videoclipe do single sob direção de Melina Matsoukas, cuja gravação se deu nos dias 26 e 27 de Setembro de 2011, na Irlanda do Norte, o qual se tornaria um dos vídeos mais polêmicos lançados por Rihanna.

Em praticamente todas as cenas, Rihanna contracena com o modelo “Dudley O’Shaughnessy”, primeiro motivo para polêmica, pela semelhança do modelo com o cantor Chris Brown, além das cenas onde os dois usam drogas e de tapes andando pelas ruas, saqueando lojas, trocando carícias dentro de um carro, se agredindo ou fazendo amor, entre outras. Sobre o vídeo, Rihanna falou que estava muito satisfeita e feliz com o resultado, e ainda acrescentou:

‘’Realmente não posso deixar de pensar no vídeo que gravei. Facilmente é o melhor vídeo que fiz até agora. Definitivamente é o meu favorito, muito poderoso.’’

Curiosidade: O clipe de “We Found Love” foi gravado dias depois que Rihanna chegou do Brasil, aonde a coreografia e muitos elementos foram pensados pela equipe. Outro fato interessante é que algumas cenas não chegaram a ser finalizadas, pois, o proprietário da fazenda locada considerou as gravações indecentes, o fato virou manchete de tabloides.

  • You Da One

“You Da One” foi escolhido como o segundo single do álbum “Talk That Talk” e, dando sequência ao vídeo anterior, Rihanna preferiu trabalhar com Melina Matsoukas. As gravações aconteceram no final de Novembro de 2011 nos estúdio MC Motors na região leste de Londres.

Neste clipe as parceiras RiRi e Melina não somente buscaram inspiração em outras referências artísticas, mas também na própria Rihanna, sendo o clipe de “You Da One” repleto de traços já presentes no clipe anterior de “Rude Boy”, tais como: os jogos de close-up, a ambientação, alguns passos de dança e especialmente o estilo lyric vídeo, tradição praticamente em desuso que “Rude Boy” já havia recuperado. Além disto, muitas cenas foram construídas no estilo “Laranja Mecânica”, um famoso filme de 1971: alguns figurinos, a bengala e apenas um olho com maquiagem forte referenciam Laird Hatter.

A estreia do clipe aconteceu em 23 de Dezembro de 2011 através da plataforma VEVO e imediatamente foi notícia nos principais tabloides e revistas especializadas em música. A revista Idolator chegou a afirmar que este era um vídeo “glorioso para uma jovem como Rihanna”.

Para quem pensou que Melina e Rihanna haviam fechado a temporada de polêmicas se enganou, pois, Solve Sundsbo, um fotógrafo norueguês, declarou publicamente que o clipe era um plágio de seu trabalho fotográfico chamado “Number 43”, especialmente as cenas em que Rihanna aparece com luzes sendo projetadas sobre ela sentada no chão.

 

  • Where Have You Been

Um dos clipes de maior produção feitos por Rihanna até hoje é com certeza o de “Where Have You Been”, terceira música de trabalho do álbum “Talk That Talk”. As gravações aconteceram nos dias 07 e 08 de Março de 2012 em Los Angeles, e a direção ficou por conta de Dave Meyers, primeira vez que ele trabalhou em parceria com a diva.

O conceito de “Where Have You Been” se constrói evidentemente sobre um grande culto tribal/vodoo, aonde a natureza (água, árvores, deserto) desempenha um papel central, sem contar evidentemente com o figurino que foi propriamente desenvolvido para que Rihanna e os dançarinos parecessem ter sido deslocados para o continente africano. Em resposta à pergunta de um fã nas redes sociais a diva afirmou que o clipe de “Where Have You Been” era “uma grande central de dança, aonde as coreografias desempenhariam um papel fundamental” e de fato é isso que aconteceu, pois, este é sem dúvida o mais coreografado de toda a carreira até hoje.

PHOTOSHOOT

DISCO