Participações

  •  Roll It

“Roll It”. Este é um dos clipes da carreira de Rihanna sobre o qual pouco se sabe e também pouco se comenta, especialmente porque coincidiu com o lançamento de “Umbrella”, o hit mundial do ano de 2007!

Na verdade, esta canção lançada pela banda jamaicana “J Status”, com participação especial da diva Rihanna e de sua conterrânea Shontelle Layne, é a nova versão de uma canção mais antiga chamada “Roll It Gal”, originalmente gravada na voz de “Alison Hinds” para seu álbum de estreia “Soca Queen” de 2005.

A composição da nova versão ficou por conta de Sheldon Benjamin, Shontelle Layne, J-Status e da própria RiRi.

A respeito do clipe, a única informação contundente é que ele foi lançado em Fevereiro de 2007 e foi dirigido por Vashtie Kola, diretora de clipes como “Heaven At Nite” do Kid Cudi, “T.O.N.Y.” da Solange Knowles e “One Time”, clipe da canção que introduziu o fenômeno Justin Bieber na música.

O vídeo é evidentemente em estilo caribenho e seu foco é na sensualidade do dancehall, estilo muito difundido na cultura da região. Entre passos de danças os rapazes da banda cantam pedindo que as garotas continuem sensualizando. Rihanna aparece a partir dos 2m15s, curtindo o clima ao lado da banda, vestida em estilo próprio do caribe nos anos 2000, ela entoa seus versos. É um clipe simples, porém, divertido e visualmente agradável, além da batida contagiante.

  • Live Your Life

O vídeo de “Live Your Life”, parceria do rapper T.I. com Rihanna foi dirigido por Anthony Mandler e gravado em Los Angeles, no início de Outubro de 2008, sendo lançado no fim do mesmo mês.

Rihanna aparece no início, meio e fim do vídeo como a personagem central de uma trama de fama e dinheiro que leva à brigas e espancamentos. Tanto a canção quanto o clipe trazem uma mensagem de autonomia e autoestima.

“Live Your Life” é sem dúvidas um dos maiores sucessos de toda a carreira da diva sendo ainda hoje uma canção extremamente atual.

Curiosidade: Ao final do clipe pode-se ouvir tocando ao fundo uma outra música do rapper T.I.: “U Don’t Know Me”.

 

  • Run This Town

Outro grande hino da carreira, “Run This Town”, parceria de Jay-Z com Rihanna e Kanye West, foi gravado entre o intervalo do 3º e 4º CD de Rihanna. Foi filmado em Nova York, no parque Fort Totten, bairro do Queens sob direção de Anthony Mandler e lançado em Agosto de 2009 na MTV.

Em um cenário apocalíptico, Rihanna e dois de seus grandes ídolos, demonstram poder e comando, fazendo jus à letra da canção que metaforicamente celebra a ascensão do grupo empresarial “Roc Nation”, do qual os três fazem parte.

O vídeo ficou com a 11ª posição nos vídeos do ano do canal BET.

Curiosidade: Em “Run This Town” é a primeira vez que Rihanna aparece fazendo gestos obscenos, como mostrar o dedo do meio.

 

  • Love The Way You Lie

Grandes sucessos como “Love The Way You Lie”, música do álbum Recovery do rapper Eminem, merecem videoclipes tão grandiosos quanto as músicas.

O videoclipe foi dirigido por Joseph Kahn e foi um dos mais esperados e comentados do ano de 2010, gravado em Los Angeles teve a participação de duas grandes estrelas do cinema: Megan Fox e o astro Dominic Monaghan. A produção retrata a história de uma relação permeada por muita paixão, cenas quentes e violência doméstica. Os personagens que no enredo parecem ser assistidos por Eminem e Rihanna enquanto cantam os versos, se amam, mas não se entendem, e assim transmitem a mensagem de o quanto uma relação pode ser permeada pelo abuso.

Em entrevista à MTV Dominic Monaghan falou sobre o vídeo: “O conceito de “Love The Way You Lie” foi essencialmente que o público assistisse à uma relação amorosa como a que Eminem teve com a sua mulher, Kim, então senti um bocado que estava a encarná-lo, e a Megan Fox era como se fosse a Kim (…) É a história deles, de como se conheceram, de uma tumultuosa relação amorosa, e de como terminou o seu amor. Ultimamente, o que tenho pensado sobre o que o rapper quis dizer na canção… é que ele deveria ter-se afastado bem mais cedo e não deixar as coisas chegaram aquele ponto”.

Eminem também chegou a falar sobre a parceria com as estrelas Rihanna, Megan e Dominic, além do diretor Kahn: “Joseph e eu trabalhamos em colaboração para ter a certeza que fazíamos tudo isto de forma correta. Tentar fazer este assunto difícil funcionar visualmente é um desafio. Foi muito bom ter a Rihanna, Megan e o Dominic a bordo disto. Eles fizeram o seu melhor e fizeram com que o vídeo seja superpoderoso”.

Curiosidade: O clipe de Love The Way You Lie conseguiu o recorde do Youtube com o maior número de exibições no mais curto espaço de tempo. Megan Fox doou todo o seu cachê do vídeo para instituições que cuidam de mulheres vítimas de violência doméstica.

 

  • Who’s That Chick?

Segundo se afirma, a canção “Who’s That Chick?”, do DJ David Guetta em parceria com a diva Rihanna, teria sido pensada originalmente para compor o LOUD, entretanto, acabou sendo direcionada como campanha publicitária de um novo produto da marca Doritos: a linha “Late Night”.

A direção ficou por conta de Jonas Akerlund, conhecido por projetos muito arrojados e criativos em videoclipes. Todos conheceram o clipe de WTC mesmo antes de ter ouvido a música, pois em 17 de Setembro de 2010 a produção vazou na internet e imediatamente causou um burburinho gigantesco, ao ponto de Rihanna ter que usar sua conta do Twitter para acalmar os fãs afirmando que o vídeo não tinha absolutamente nada haver com seu novo álbum LOUD, a ser lançado em Novembro.

O conceito do vídeo usa o colorido com enorme excesso para transmitir uma mensagem transada, evidentemente uma estratégia de marketing para atrair atenção do produto associado. Nele Rihanna dança, canta e usa os diversos espaços de um salão repleto de referências à cultura pop e à fama. Posteriormente, David Guetta incluiu a canção como single do relançamento de seu álbum “One Love”, sendo a nova versão do clipe lançada em 1º de Fevereiro de 2011.

Curiosidade: “Who’s That Chick?” possui incríveis quatro versões: “Day”/“Night” (Versão do Doritos) e “Day”/”Night” (Versão do Guetta).

 

  • All Of The Lights

A canção vencedora de dois Grammy Awards no ano passado, “All Of The Lights”, é aquele tipo de canção que caracteriza bem a enorme criatividade e simbologia que envolve a música de Kanye West, considerado um dos maiores gênios da música na atualidade, e quem melhor para encabeçar os vocais femininos em uma obra de arte como esta? Obviamente a diva Rihanna!

O clipe de “All Of The Lights” foi gravado em Janeiro de 2011 com direção do renomado Hype Williams, cuja carreira como diretor coleciona mais de 200 videoclipes, evidentemente com diversos artistas de peso. O lançamento aconteceu no dia 19 de Fevereiro no canal oficial do rapper Kanye W. na plataforma VEVO.

Tentar compreender uma obra de Kanye West é tentar acessar um campo extremamente delicado, pois, de forma especial os vídeos de seu álbum “My Beautiful Dark Twisted Fantasy”, do qual AOTL faz parte, são extremamente profundos e artísticos. O cantor Kid Cudi também aparece no final do clipe entoando seus versos com sua voz inconfundível, além dos outros artistas cujos vocais estão na música, tais como Alicia Keys, Fergie, Elton John ou John Legend, que não estão fisicamente na obra, mas, que aparecem através de uma das principais características do vídeo: as letras animadas e iluminadas, em estilo lyric vídeo. Muitos afirmam que o visual do clipe faz referência ao filme de Gaspar Noé de 2009, “Enter the Void”, especialmente por causa do jogo de imagens e cores que busca transmitir uma mensagem tumultuada, mas ao mesmo tempo bela do enredo. Há artigos de especialistas em música que chegam a afirmar que a “inspiração” do diretor e do cantor na verdade é um plágio. No fundo, o clipe é uma história de vida, é uma referência tanto ao vivido pelo rapper quanto pela própria Rihanna em suas vidas e carreiras.

Outro fato interessante é que o vídeo possui duas versões, não por motivos artísticos, mas porque uma organização britânica que trabalha no tratamento e compreensão da epilepsia, o “Epilepsy Action”, exigiu que Kanye West reduzisse as cores fortes presentes no videoclipe, pois alguns casos de convulsão causada pela fotossensibilidade foram registradas. O vídeo foi editado não apenas nas cores, mas, uma primeira cena em que Rihanna aparece com outro figurino entoando os primeiros versos enquanto está com os joelhos e mãos no chão foi retirada.

 

  • Fly

O clipe de “Fly”, canção do CD “Pink Friday” da rapper Nicki Minaj, é o sétimo vídeo de colaborações externas de Rihanna. Foi dirigido por Sanaa Hamri e gravado na primeira semana de Janeiro de 2011 nos estúdios da Universal em Hollywood. O lançamento que havido sido marcado para breve acabou sendo adiado e Nicki Minaj explicou o motivo: segundo ela o lançamento do vídeo poderia atrapalhar outras canções de Rihanna que estavam no momento circulando nas rádios, já que a diva de Barbados estava a todo vapor trabalhando na divulgação do seu álbum LOUD. O lançamento aconteceu no dia 28 de Agosto, mais de 7 meses depois da gravação.

Falando sobre o clipe de “Fly” Nicki Minaj resumiu o conceito da produção dizendo: “No vídeo nós vamos salvar o mundo de diversas formas”, e esta é de fato a mensagem que a paisagem e os versos transmitem: uma performance de auto-estima, força e superação.

 

  • Take Care

Depois do lançamento de 2 singles de seu álbum e devido as grandes descargas digitais da canção ‘’Take Care’’ que leva o título do 2º álbum de estúdio do rapper ‘’Drake’’, o mesmo resolveu lançar um videoclipe afim de promover a canção, já que ela havia tido bons resultados sem nenhuma divulgação.

O clipe de ‘’Take Care’’ foi gravado no mês de Janeiro de 2012 e dirigido por Yoann Lemoine, o mesmo explicou em entrevista à MTV o conceito completo do vídeo: ‘’Há muito espaço no clipe e eu queria que os visuais correspondessem à essa grandeza. É um tributo simplista à natureza. Quando eu ouvi a música, eu via as paisagens… Eu não vou contar muito, mas há alguns elementos relacionados a isso’’. Logo depois, acrescentou: ‘’Visualmente é um clipe bem simples… Sem loucuras. Esse é o vídeo mais ‘’indie’’ que fiz em toda a minha vida. Eles são provavelmente os artistas mais famosos que eu já trabalhei. Eles estavam tão entregues a um projeto tão mínimo.’’

Curiosidade: O vídeo foi gravado enquanto o ‘’Super Bowl 2012’’ estava sendo transmitido. No intervalo da gravação das cenas do videoclipe, todos aproveitaram para assistir ao evento.

 

  • Princess Of China

“Princess Of China”, uma das parcerias externas mais belas da carreira da diva Rihanna, foi lançada em Abril de 2012 como o quarto single do renomado álbum “Mylo Xyloto” da banda britânica Coldplay, e o vídeo musical não demorou muito a ser gravado, pois um pouco menos de um mês depois a banda já estava usando cenas editadas do clipe como background durante a performance da canção em sua turnê.

A direção do clipe ficou por conta de Adria Petty e Alan Bibby em Los Angeles, e a produção ficou pronta no início de Maio quando a banda liderada por Chris Martin liberou rascunhos dos desenhos usados como inspiração para o enredo e os figurinos. O lançamento aconteceu no dia 2 de Junho, após o lançamento do making of nos canais VEVO da banda e de Rihanna, respectivamente.

Evidentemente, o conceito do clipe se constrói sobre um romance nos moldes orientais, aonde jogos de sedução se mesclam com cenas de lutas marciais e danças no estilo gueixa. A história por trás de “Princess Of China” fala sobre amantes que hoje se arrependem por não terem vivido da forma certa seu grande amor, hoje eles se veem em conflito, mesmo sabendo que se amam.

Os codiretores do vídeo expuseram na mídia sua própria concepção sobre as gravações e o conceito do clipe. A diretora oficial Adria Petty assim descreveu: “Nós amamos antigos filmes de kung fu, o Shaw Brothers, tudo isso”, explicou Petty. “Isso começou como uma carta de amor ao gênero, mas também queríamos torná-lo muito mais amplo e apenas ir um pouco mais alto com o vídeo. O japonês taiko drums, o Guanyin multibraços imaginário, a arquitetura do Sudeste Asiático, o cabelo e moda moderna – era essa mistura de elementos visuais que realmente criou o mundo imersivo para esta história.”; por sua vez, Bibby destaca a grande diversão que foi gravar com Coldplay e Rihanna e de como ambos embacaram com tudo nas ideias propostas no projeto.

  • Bad (Remix)

“Bad” é uma canção do rapper norte-americano Wale, gravada para o seu terceiro álbum de estúdio The Gifted.

Inicialmente a música contava com a participação da cantora Tiara Thomas  que também escreveu a música junto com “Olubowale Akintimehin” e inclusive produziu-a com o auxílio de Kelson Camp mas, logo foi feito um remix da faixa com a participação de Rihanna no lugar de Tiara.

Infelizmente, o remix da faixa, excitante e ousada, não teve um videoclipe gravado.

 

  • The Monster

Rihanna e Eminem já se uniram antes, em 2010 na música “Love the Way You Lie” e na parte 2 da faixa, “Numb” em 2012, e mostraram toda a sua versatilidade, unindo ritmos diferentes.

Quando dois hitmakers decidem juntar forças novamente para fazer uma música não é estranho termos a certeza que se tornará um hino em seus padrões.

No vídeo, dirigido por Rich Lee, Eminem está numa sala em uma consulta com uma psicóloga assistindo grandes momentos do seu passado. Rihanna por sua vez atua como a psicóloga e tenta ajuda-lo do tormento que veio com a fama, mas, no final parece achar mais confortável engaiolar um alter-ego selvagem para seguir a vida normalmente.

 

  • Can’t Remember to Forget You

Rihanna e Shakira juntas? Há um tempo atrás isso parecia impossível, mas eis que aí está.

No fim do ano passado, 2013, começaram a sair muitos rumores do “impossível” featuring, até que um site colombiano fez uma publicação dizendo que os rumores eram verdadeiros. Mas, a confirmação veio através do rapper Pitbull, que em uma entrevista deixou escapar que chamou Rihanna para participar da sua faixa “Timber”, só que a mesma já estava trabalhando em uma colaboração com a colombiana Shakira e por isso não poderia fazer parte do registro dele.

Um pouco mais tarde, foi confirmado que o primeiro single do décimo álbum de estúdio de Shakira tinha sido adiado para Janeiro de 2014 e que tratava-se de uma colaboração com Rihanna.

6 de Janeiro de 2014, Shak e RiRi confirmaram o título e data de lançamento da música através das suas contas oficiais na rede social Twitter. A capa foi revelada três dias depois.

O videoclipe, dirigido pelo diretor Joseph Kahn, aborda um tema lésbico entre RiRi e Shakira.

 

awards

  • Like That

Rihanna apareceu pela primeira vez no clipe de outro artista apenas como atriz em 2005, no vídeo musical da canção “Like That” do rapper Memphis Bleek, considerado o maior hit do seu álbum “534”. RiRi aparece três vezes durante a produção: aos 1:54, 2:30 e 3:02.

  • Paranoid

O vídeo de “Paranoid”, quarto single do álbum “808s & Heartbreak” do rapper e amigo da diva Kanye West, é provavelmente a participação de Rihanna como atriz em vídeos musicais mais conhecida de sua carreira. Todo o enredo se constrói sobre ilusões, sonhos e gestos faciais de RiRi que interpreta ao pé da letra a mensagem da canção: um relacionamento paranoico e doentio. “Paranoid” foi lançado em Novembro de 2009. Recentemente imagens inéditas de Rihanna interpretando seu papel foram vazadas na web e com certeza são tão lindas quanto as oficiais.

  • Can’t Get Enough

Enquanto Rihanna estava em Barbados para o grande show da LOUD Tour no Kensington Oval em Bridgetown, capital do país, aproveitou para participar das gravações de um novo clipe do seu conterrâneo e parceiro de Roc Nation: J Cole; o clipe também conta com a participação do rapper Trey Songz. O lançamento aconteceu em 16 de Setembro de 2011 no canal oficial do J Cole na plataforma VEVO. Rihanna aparece a partir do minuto 3:08, depois aos 3:19 até os 3:39 curtindo uma festa na praia com os rapper e muitas mulheres barbadenses.

  • Home

O vídeo da canção “Home” do álbum “X” do rapper Chris Brown, cujo lançamento aconteceu no mês de Fevereiro deste ano, conta com uma minúscula aparição da diva Rihanna. O clipe é um tipo de documentário sobre a vida particular e os bastidores e shows da sua turnê, no estilo de “Cheers (Drink To That)”. RiRi aparece por apenas 1 segundo durante a produção, ao fundo conversando com o cantor em sua casa, usando uma touca preta, no 1m55s.

  • Fashion Killa

O último vídeo musical que conta apenas com a aparição da diva Rihanna é o da canção “Fashion Killa” da nova sensação do rap A$AP Rocky. A música é o quarto single do seu álbum Long. Live. ASAP, lançado no mês de Janeiro de 2013. Nesta música o rapper faz referências ao mundo da moda, característica própria de seu traço como artista, Rihanna é citada na letra e evidentemente a canção é em homenagem a ela. A diva se juntou ao seu amigo nas ruas de Nova York no mês de Agosto para gravar a produção, na qual ela aparece do começo ao fim, representando um culto à beleza e ao poder da mulher fashionista.